Os que me seguem

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Sorrentinos

Ontem há esta hora estava com o coração aos pulos porque ia ligar os elos de uma família. Sempre soube da existência de uns Sorrentinos em Niterói, cujo patriarca era irmão do meu avô Toti. Tio Zinho esse era o seu nome. Nossa família em algum momento da sua jornada se separou e ontem tenho certeza de que os Sorrentinos no céu estavam em festa.
Por incrível que pareça me senti como se  tivéssemos convivido a vida toda. Me senti acolhida, amada, em casa.
Obrigada primas Flávia Sorrentino Borges e Maria Thereza Sorrentino. Já as amava antes de conhecê - las. ..agora não tem mais jeito o elo já se fundiu.  Vcs nunca mais se verão livres de mim.
Obrigada queridas e quero conhecer todos os Sorrentinos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Amigos,
Comentem se tiverem vontade, eu responderei dentro do possível