Os que me seguem

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Avaliação da cirurgia da cervical

Vinha sofrendo há vários anos de dores no braço direito indo até a mão, ombros, debaixo do braço e peito. Depois de muito relutar, vejam os post anteriores, resolvi operar. Ela se realizou  dia 13 de abril de 2012. na casa de saúde São José, no Rio de Janeiro.
A cirurgia foi perfeita, ao sair do centro cirúrgico estava completamente curada, sem dores.
Assim fiquei vários dias. Minha médica esteve afastada porque precisou operar o joelho e pediu que eu fosse a um médico amigo dela para a segunda revisão. O danado do médico me mandou fazer fisioterapia porque eu estava com fibrose no corte e com tonteiras. Aí tudo começou.
O fisioterapeuta mexeu em um dos nódulos no meu ombro, na segunda sessão, e cheguei em casa com dores.
Coloquei bolsa de água quente e comecei a tomar anti-inflamatórios. Não gostei nada do que estava acontecendo. Apareceu também uma dor no braço direito, aquele que eu sentia dores antes. Só que em um ponto só e não no braço todo com a dor de antigamente.
Na semana seguinte minha médica já tinha voltado e falei com ela o que estava sentindo. Ela falou para eu parar imediatamente com a fisioterapia porque eles sempre mexem mais do que precisa. Realmente é verdade, infelizmente não deu certo.
 Tenho sentido também, só algumas vezes, como se estivesse dois ferros batendo. Escuto nitidamente do lado direito. sabe aquele brincos grandes que batem quando você se movimenta? é esse o barulho que escuto. Isso me assusta.
No corte, na coluna não sinto nada. Estou ainda um pouco tonta. Vou fazer dois exames semana que vem, um RX para ver a cirurgia e um ecodoppler para ver essa tonteira.
Vamos que vamos, eu vou ficar boa.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Amigos,
Comentem se tiverem vontade, eu responderei dentro do possível