Os que me seguem

terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Bodas de Pérolas


Pérolas

Fecho os olhos
Recordo-me do passado
Que momentaneamente foi presente:

Da primeira fez que te vi e
Da boate arrastão
Dos seus olhos pelos quais me apaixonei

Do seu rosto de menino com 22anos
Do seu jeito todo especial
Do cigarro que fumava quando me olhava
Da sua mão bem junto ao rosto.

Da sua boca com gosto de gim e tônica
Das suas mãos grandes segurando as minhas
Dos seus beijos, dos seus carinhos,
Da ida e depois a vinda

Do seu jeito tímido e atrevido
Do seu medo quando decidimos casar
Do meu encantamento quando me casei
Da nossa vida na Amoroso Costa

Da primeira filha,
Das nossas brigas,
Da segunda filha
Do nosso amor imenso

De discutir a relação
Pra que? Se éramos só amor
Da nossa terceira filha
Do nosso sonho de morar em casa

Dos amigos que estavam sempre presentes
Do nosso quarto filho
Que seria o adotado
Mas veio um ser amado

Passaram-se tantos anos
Cabelos brancos conquistamos
E temos rugas como testemunhas

Trinta anos já se foram
E eu como uma menina
Ainda sonho e amo você.




“Ostra feliz não faz pérola.” (Prof. Rubem Alves)

Li esta reflexão essa semana e encontrei nela algumas grandes verdades:

1) Para que uma pérola exista, é necessário que uma ostra seja invadida por um grão de areia, que fere sua carne até que ela o paralise com uma substância chamada madre-pérola, envolvendo-o.
2) Quanto mais tempo a ostra fica fechada, maior vai ficando a pérola que se formou do encontro da ostra com o grão de areia.
3) Toda pérola contém um grão de areia.
4) Se a ostra não se abrisse e fechasse para respirar, jamais receberia o invasor e a pérola jamais existiria.

Sendo assim, refleti sobre nossas dores, nossas feridas, nossa vida que é uma fonte rica de preciosas pérolas.
Como a ostra pode respirar sem correr o risco de um grão de areia entrar nela? Impossível, não é? Arriscar faz parte da vida e saber fazer da dor uma alegria depende de nós.
Eu sei, eles machucam, mas sem eles não haveriam pérolas.... e sem pérolas, não haveriam jóias de pérolas... e sem jóias de pérolas não haveria clássicos pedidos de casamento e declarações de amor.
Areias e pérolas se misturam porque temos o mais importante: o nosso amor que construímos e renovamos apesar de muitas areias em nosso caminho.
Vamos continuar fazendo pérolas, mas só de amor. E sei que longo de nossa vida fizemos um grande colar de pérolas e Grandes pérolas temos: nossos filhos, amigos, família, mas Deus não satisfeito nos deu mais duas, Bárbara e Alexandre. Criamos jóias, e deixamos de reclamar dos grãos de areia.

Imagine o prazer que você teria ao usar um colar de pérolas em que cada uma das pérolas foi coletada por você mesma.

Esse colar seria a prova de sua coragem, disposição, audácia. Seria um objeto de beleza e obstinação.

Pois construir a nós mesmos e ao nosso futuro é mais ou menos como montar um colar de pérolas, mergulhando para buscar cada uma das conchas que trará uma pérola. Cada vez que aceitamos o desafio de crescer e nos aperfeiçoarmos, aceitamos mergulhar no oceano da vida e buscar uma nova pérola para o nosso colar.

Geralmente fazemos isso de forma meio inconsciente, e à medida que amadurecemos é que nos damos conta das qualidades que fomos desenvolvendo. Mas esse pode ser um processo consciente, em que, aplicadamente, trabalhamos qualidades que nos serão benéficas.
Cada momento de nossa vida juntos em que estivemos a beira do abismo nesses 30 anos foi uma pérola que se formou em meu coração. Cada dia compreendo que te amo mais. Não posso dizer que tudo foram flores, areias tiveram e muitas.

Agora, seja nosso convidado e mergulhe...

2 comentários:

  1. Luciani, de vez em quando venho passear por aqui e gosto muito do que escreve. Hoje me deparei com o seu comentário da pérola e amei a sua maneira de expressar sobre a vida apesar de todos os grãos de areia. Beijos,querida, você é graciosa.

    Sonia

    ResponderExcluir
  2. Querida Sonia,
    Adoro sempre seus comentários e é sempre um prazer recebê-la no mais íntimo dos meus sentimentos...aqui é onde coloco sempre a minha verdade.
    Obrigada

    ResponderExcluir

Amigos,
Comentem se tiverem vontade, eu responderei dentro do possível