Os que me seguem

quarta-feira, 3 de outubro de 2007

A partida...



Sempre soube que este dia ia chegar mas não esperava tão cedo. Alexandre foi viver com o pai, tenho certeza de que nada será como antes. Meu coração está apertado. Que escolha infeliz fez a mãe dele, mas sei que eu não tinha opção, não tenho o poder para interferir em uma decisão tão infeliz, não sou nada dele apenas uma madrinha que o ama muito.
Estarei sempre aqui de braços abertos para apertá-lo toda vez que precisar de mim.
Meu lindo, meu amor. Ninguém te ama mais do que eu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Amigos,
Comentem se tiverem vontade, eu responderei dentro do possível