Os que me seguem

quarta-feira, 29 de agosto de 2007

Uma homenagem para Anne



Suponho que Deus sabe o que faz, eu acredito nele e tenho certeza de que tudo nesse mundo tem um porque senão já tinha desistido de viver, mas juro Meu Deus, não consigo entender porque tanta dor em uma menina que tinha a vida pela frente e tenho certeza de que com grande sucesso.
Até aqui ela lutou, foi o que sempre quis ser, foi feliz, mas podia ser mais, podia ter mais, podia estar com a gente fazendo a sua vida entrelaçada na da gente até o fim dos Meus dias e não contrário eu ver o fim dos dias dela. Como chora o meu coração, como a dor sobrepõe a minha fé.
Ver minha filha sofrer é sofrer junto com todo o meu ser , imagine a família dela, a mãe guerreira que esteve sempre do lado dela. Quando cortou os cabelos, quando raspou a cabeça.....que dor incontrolável. Que dor insuportável....Sobreviver a essa perda é coisa de herói, coisa que eu não sou.
Dilza mulher guerreira, heroína, que fez da filha uma mulher forte... não esmoreça agora. Acredite que Deus é amor e ela está junto dele. Obrigada Anne por você ter nos presenteado com a sua breve passagem aqui na terra e Adeus.

Assim que devemos nos lembrar da Anne,

"Que delícia está sendo minha vida!
Apenas faço o que gosto.
Conheço lugares e pessoas lindas!
Sinto-me muito satisfeita com tudo que tenho recebido e vivenciado.
Uma onda muito positiva pairou sobre mim!
Amar, amores, ser amada, amigos, família, lugares, passeios, cultura, cinema, shows, música, praias, comidas, bebidas, prazeres, dança, ar puro
Coração aberto...
FELICIDADE!
E se a saudade vier,
Que venha doce,
Serena, Gostosa...
E se saudade sentir,
Que possa ser suprida com lembranças.
Lembranças que acariciem meu peito, com amor e não dor.
Seja como a brisa,
Possa ser sentida e curtida e também passageira.
Feliz ano Feliz !
Sou amor... "


Anne da Costa Saraiva
06.02.2007

( Flint ):

Corre lágrima adeus.
Desce suave, beijando
O rosto dos teus.
Serena despedida

Segue seu caminho
Deixando um sutil rastro de vida.
Não me conte aonde vais.
Quero apenas o conforto de teu sorriso
Quando em fim este dia se for.

Ficaram mais curtos os dias aqui, doce amiga.
Fecho os olhos buscando a luz de tua presença
E me ofuscas com o brilho de sua vida,
A alegria de nosso convívio.
Deixa essa herança pros teus.

Quero sorrir, leve lágrima!
Quero saldar os encontros em minha vida,
Certo de que poderei visitá-la, sempre,
Dentro de minhas lembranças.

http://youtube.com/watch?v=i2rd-VgcdpM

emerson:

Anne,
tenho certeza de que você lerá esta mensagem, aonde quer que você esteja...
.

Tô muito triste ...tentando entender o pq das coisas...
mas sinto uma ponta de alegria, misturada com saudade, quando lembro de você e seu sorriso....
.
Tenho comigo recordações maneirissimas...
seu sorriso de covinhas...
o cd que vc me emprestou, ta guardado com muito carinho...
.
Q papai do céu te abrace....use toda essa sua energia em prol das pessoas que te querem bem...
.

De tarde quero descansar
Chegar até a praia e ver
Se o vento ainda está forte
E vai ser bom subir nas pedras...

Sei que faço isso prá esquecer
Eu deixo a onda me acertar
E o vento vai levando
Tudo embora...

Agora está tão longe vê
A linha do horizonte
Me distrai
Dos nossos planos
É que tenho mais saudade
Quando olhávamos juntos
Na mesma direção...

Aonde está você agora?
Além de aqui, dentro de mim...

Agimos certo sem querer
Foi só o tempo que errou
Vai ser difícil sem você
Porque você está comig



Soneto de separação
(Vinícius de Moraes)

De repente do riso fez-se o pranto
Silencioso e branco como a bruma
E das bocas unidas fez-se a espuma
E das mãos espalmadas fez-se o espanto

De repente da calma fez-se o vento
Que dos olhos desfez a última chama
E da paixão fez-se o pressentimento
E do momento imóvel fez-se o drama

De repente não mais que de repente
Fez-se de triste o que se fez amante
E de sozinho o que se fez contente

Fez-se do amigo próximo, distante
Fez-se da vida uma aventura errante
De repente, não mais que de repente

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Amigos,
Comentem se tiverem vontade, eu responderei dentro do possível